Banner de anúncio dentro de posts(topo)

Missão

Padre João Evangelista escreve sobre o mês Missionário (outubro)

O tema do mês missionário: Enviados para testemunhar o Evangelho da paz e o lema: "Vos sois todos irmãos" (Mt 23, 8), sublinha a missão de “chegar às encruzilhadas dos caminhos para convidar os excluídos” (EG 24). 
Fizemos as novenas missionárias nas comunidades e setores de nossa paróquia, com o objetivo: animar missionariamente nossa Igreja no compromisso com o Reino. Tivemos uma dinâmica diferente para realizar os encontros da novena missionária, onde cada setor ficou responsável para realizar os encontros nas comunidades. Um jeito para favorecer entrosamento, proximidade e colocar a Igreja próxima das pessoas. Isto consiste na descentralização que fortalece a rede de comunidades, a fim de contribuir com trabalho de evangelização de uma Igreja em saída. 
O Espírito Santo guiou nosso caminho, a nossa experiência, que começou no mês de setembro, depois de realizar os encontros do mês da Bíblia. Veio essa ideia para animar nossas comunidades, e também anunciar o festejo de Nossa Senhora da Piedade. Não deixamos a novena missionária para o mês de outubro por causa do festejo da padroeira.  
A dimensão missionária reforça o convite para o festejo e, ao mesmo tempo, com a presença dos missionários para celebrar juntos os encontros, seguindo a dinâmica do círculo bíblico para fortalecer vínculo afetivo. Assim segue uma experiência de simplicidade fazendo com que as pessoas sintam-se a vontade como família.  
Quando colocamos a proposta dos encontros da novena missionária para animar os setores e comunidades, veio outra ideia importante, fortalecer o espírito em comunhão com o setor no trabalho em conjunto para ajudar a participação do povo na comunidade, onde todos caminham juntos. Sabemos que alguns setores têm poucas comunidades, e muitos pontos de missas. A celebração quando acontece na comunidade tem um
sentido de pertença. Quando não há esse espírito, a celebração torna-se pessoal: minha missa, minha celebração, sem corresponder o espírito comunitário.
Portanto, todos nós recebemos a missão de testemunhar Jesus Cristo em sintonia com os desvalidos: "Eu vim para que todos tenham vida" (Jo 10, 10). Vimos que a novena missionária teve uma contribuição importante para ajudar a escutar e partilhar a vida, marcada pelas “alegrias e as esperanças, as tristezas e as angústias” (GS 1). A partir de uma igreja missionária podemos encontrar novos caminhos para testemunhar o Evangelho da paz a serviço do Reino.  


Com estima,
Pe. João Evangelista




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Banner abaixo da matéria