Banner de anúncio dentro de posts(topo)

EditorialFestas juninasJunhoParóquia

Editoral de Junho do Pe. João Evangelista - O encanto do mês de junho tem um sentido afetivo

Arte: Vandeilson Almeida - PASCOM CATEDRAL DE COROATÁ



Editorial 

Junho, mês da alegria e dos encantos das festas juninas, teremos muitos eventos em nossa paróquia: Curso Bíblico, 08 e 09 de junho (Veja aqui) , cujo objetivo é ajudar os Agentes de pastoral a viver o espírito das primeiras comunidades a partir da Palavra de Deus. Teremos ainda, dia 20, festa de Corpus Christi, dia 22, Encontro com os coordenadores de setores e o arraial paroquial na Praça da Catedral.

Muito bom experimentar toda alegria que vem de Deus neste mês junino, que festejamos Santo Antônio, São João e São Pedro. São santos populares que fazem parte da devoção do povo. Experiência que anima a caminhada do povo de Deus. Isto revela a verdadeira alegria de todos que vivem com entusiasmo as festividades juninas. Um sentimento que toma conta de todos por ser um mês de uma beleza que resplandece a vida das pessoas. 

O encanto do mês de junho tem um sentido afetivo, de proximidade e encontro por conta da alegria que contagia a vida do povo. Na Evangelli Gaudium, do Papa Francisco, suscita o sonho de esperança com “a Alegria do Evangelho enche o coração e a vida inteira daqueles que se encontram com Jesus” (EG 1). Alegria que o Senhor cativa ao chamar seus discípulos, a fim de anunciar o Reino de Deus, atraídos pelo amor: “lavai os pés uns dos outros” (Jo 13, 14). Essa atração do encontro com Jesus nos conduz a viver a compaixão de uma igreja profética e samaritana.

Na caminhada percebemos as feridas injustas da realidade. Não podemos perder a esperança diante dos desafios de um mundo marcado pela desigualdade, uma das chagas graves da sociedade. Não se pode desanimar, tenhamos sempre a alegria do Evangelho no coração. A experiência de Jesus ao encontrar com seus discípulos sacia a “fome e sede de vida que havia em seus corações” (DAp 244). Um fascínio que nos contagia para que não tenhamos medo.

Contamos com a segurança de Cristo, animando a todos para caminhar cheios de entusiasmo, embora, com a realidade sombria e assustadora da incerteza política e econômica da sociedade. Peçamos ao Senhor encorajamento e confiança que nasce do amanhecer de um de novo dia, para sermos verdadeiros discípulos e discípulas do Senhor.


Padre João Evangelista
Pároco da Paróquia Nossa Senhora da Piedade
Coroatá-MA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Banner abaixo da matéria