Banner de anúncio dentro de posts(topo)


Ainda podemos desejar Feliz Natal?

ENTENDENDO A OITAVA DE NATAL


Entre os dias 25 de dezembro e 1º de janeiro a Igreja celebra a chamada Oitava do Natal, que infelizmente muitos dos católicos desconhecem a importância. 
Nestes oito dias após o Natal do Senhor vive-se a exultação da grande Festa do Nascimento de Jesus como um dia só. A palavra oitava deriva-se do latim octava, que na língua portuguesa significa oitavo, um termo é também aplicado para todo o período de oito dias, durante o qual as ditas festas passam a ser observadas também. 
A prática da celebração das oitavas pode ter tido suas origens na celebração de oito dias da Festa dos Tabernáculos e da Dedicação do Templo do Antigo Testamento. Porém, o número “oito” também pode ser uma referência à ressurreição, que na igreja antiga era geralmente chamada de “oitavo dia”. 
A Oitava de Natal exprime de forma especial "um aspecto do testemunho do mistério da Encarnação", ou seja, nesse período 
"nos concentramos mais uma vez sobre o grande mistério de Deus que desceu do Céu para entrar na nossa carne" (cf. Papa emérito Bento XVI, 9 de janeiro de 2013). 
No meio da Oitava, no domingo após o Natal, a Igreja nos leva a olhar e meditar na Sagrada Família de Nazaré. 
É hora de dizer como a música: “Jesus, Maria e José, nossa família vossa é!”. É o momento de fazer um longo silêncio diante do Presépio e aprender as grandes lições dessa Família através da qual o Salvador quis entrar em nossa história.
Com as oitavas continuamos celebrando ministério da encarnação, o Natal continua, ainda podemos desejar Feliz Natal!


João Israel da Silva Azevedo
                 http://lattes.cnpq.br/8508312654334831
       Email: joaoisrael2009@hotmail.com




Redação:
Texto: João Israel da Silva Azevedo
Adaptação: Padre João Evangelista
Foto: Google

Um comentário:

Banner abaixo da matéria