Banner de anúncio dentro de posts(topo)

ConsagraçãoImaculadaMariaParóquiaPresidente

O BRASIL É DA IMACULADA! Por fim, o meu Imaculado Coração triunfará


Foto:Google 

O BRASIL É DA IMACULADA!
Por fim, o meu Imaculado Coração triunfará

Em 1930 o Brasil foi solenemente consagrado a Nossa Senhora Aparecida pelo Cardeal D. Sebastião Leme na presença do Presidente da República Washington Luiz e de numerosas autoridades religiosas, civis e militares. O ato do Pontífice legitimava o que o próprio povo brasileiro já havia consagrado no coração.
O Brasil era consagrado definitivamente e para sempre a Nossa Senhora. D. Pedro I, o primeiro Imperador, confirmando antiga provisão de Sua Majestade o rei de Portugal do ano de 1646, declarou a Virgem da Conceição Padroeira do Brasil. O Papa Pio XI proclamou Nossa Senhora Aparecida Padroeira principal de todo o Brasil. Aos 16 de julho de 1930 publicava no “Motu proprio”: “(…) por conhecimento certo e madura reflexão Nossa, na plenitude de Nosso poder apostólico, pelo teor das presentes letras, constituímos e declaramos a mui Bem-aventurada Virgem Maria concebida sem mancha, sob o título de ‘Aparecida’, Padroeira principal de todo o Brasil diante de Deus”. No ano de 1980 foi então abençoada a nova e grande Basílica pelo Papa João Paulo II, o povo brasileiro está sob o manto protetor da Mãe de Deus e nossa.
No decreto, o Santo Padre afirmou que atendia ao pedido do Episcopado e do povo brasileiro, “o qual com fervor e piedade constantes, desde os anos do Descobrimento das regiões brasílicas até nossos tempos, tem venerado e venera a Imaculada Virgem Mãe de Deus” (Pii XI Litt. Apost. 16 Julii 1930 - Acta Ap. Sedis, vol. 23, pag. 7).
Na tarde de ontem, as 14hs, 21 de maio, memória litúrgica de Eugênio de Mazemod, no Palácio do Planalto, o presidente Jair Bolsonaro assinou o Ato de Consagração do Brasil a Jesus por meio do Imaculado Coração de Maria. A cerimônia foi idealizada pelo deputado Eros Biondini (PROS-MG) conjuntamente com a Congregação Mariana e com vários outros grupos católicos. De parte do Palácio do Planalto, o ato de consagração foi assinado pelo ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Floriano Peixoto. (Veja abaixo o vídeo) 
Estiveram presentes Dom Fernando Arêas Rifan, bispo da Administração Apostólica Pessoal São João Maria Vianney e Dom João Evangelista Martins Terra, bispo auxiliar emérito de Brasília, além de representantes de movimentos, comunidades e pastorais.
Em 1942, enquanto a Segunda Guerra Mundial exterminava milhões de pessoas, o Papa Pio XII consagrou o mundo inteiro ao Imaculado Coração de Maria, mas a consagração da Rússia é uma questão que, ao longo das décadas, tem gerado discussões entre os que consideram que aquele país foi devidamente consagrado e os que afirmam que os requisitos para uma válida consagração ainda não foram cumpridos.

“Virei pedir a consagração da Rússia a Meu Imaculado Coração e a Comunhão reparadora nos primeiros sábados. Se atenderem a Meus pedidos, a Rússia se converterá e terão paz” (In Memórias da Ir. Lúcia p. 177).

Redação PASCOM CATEDRAL DE COROATÁ
Pesquisa e texto: João Israel da Silva Azevedo
Fonte da Pesquisa: https://pliniocorreadeoliveira.info/LEG_460202_Consagracao_Brasil_Coracao_Maria.htm#.XOVfhIhKjIV

JOÃO ISRAEL DA SILVA AZEVEDO
Facebook: facebooks.com/joaoiisrael
Instagram: @joaoiisrael | @paisagensesp

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Banner abaixo da matéria