Banner de anúncio dentro de posts(topo)

EditorialParóquiaSão José

As campanhas Ecumênicas, sinaliza que o diálogo é o melhor testemunho. Editorial de Março - Pe. José Flávio de Lira

 EDITORIAL - MARÇO

Pe. José Flávio: A Boa-Nova do Evangelho nos une e acolhe as nossas diferentes experiências de testemunho cristão.

Queridos paroquianos e todo povo de Deus, iniciamos o mês de março, onde mais uma vez estamos vivenciando este tempo de graça e de salvação, o Tempo da Quaresma, onde no nosso país somos chamados a refletir neste tempo à partir da Campanha da Fraternidade que neste ano é de caráter Ecumênico. A Campanha da Fraternidade Ecumênica teve seu início no ano jubilar de 2000 do nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo, sendo um desejo sonhado de um projeto de evangelização desde o ano de 1980.

A Paróquia da Catedral, juntamente com a Paróquia de São Raimundo Nonato, realizou, no dia 20 próximo passado, o repasse do conteúdo da campanha com as lideranças da cidade e do interior para que as mesmas, ao longo da quaresma fizessem o repasse para suas comunidades, dado que neste tempo de pandemia tudo deve ser feito sem que haja perigo de contágio.

Há sempre uma dificuldade de aplicar estas campanhas pelo fato de serem ecumênicas e neste ano, mais do que nos anos anteriores, teve seus questionamentos e rejeição antes mesmo do seu lançamento, que sempre acontece na quarta-feira de cinzas.

É bom sempre ter em mente que as campanhas Ecumênicas, sinaliza que o diálogo é o melhor testemunho e, assim nos diz o texto base que a Fé nos lembra que “Cristo é a nossa paz: do que era dividido, fez uma unidade” fazendo-nos, deste modo, prosseguir no caminho da unidade na diversidade, tendo como tema: “fraternidade e diálogo: compromisso de amor”. E isto é realmente um desafio para toda pessoa, de testemunhar a fé vivida na diversidade da existência humana. A Boa-Nova do Evangelho nos une e acolhe as nossas diferentes experiências de testemunho cristão. Juntos vamos de mãos dadas, em um só coração, formando Aliança de fé, confirmar a nossa missão de anunciarmos a Boa-Nova Reino de Deus. 

Ainda neste mês, celebramos a Solenidade de São José, casto e justo esposo da Virgem Maria. Neste ano temos um diferencial, celebramos os 150 anos da sua declaração como Padroeiro Universal da Igreja. Para marcar este ano jubilar que foi anunciado em 8 de dezembro do ano passado pelo Papa Francisco, convocou o “Ano de São José” publicando a Carta Apostólica “Patris Corde – Com coração de Pai”, ressaltando o papel central de São José na História da Salvação. Por esta ocasião a Penitenciaria Apostólica concede o Dom de Indulgencia Plenárias Especiais. Como clero diocesano, marcamos este momento com um breve estudo da Carta, apresentado pelo Pe. José Orlando SAC, na última reunião do Clero realizado na Paróquia de São Raimundo Nonato em Codó. 

Que por intercessão do Bem Aventurado São José, alcancemos do seu Filho Jesus, graça, misericórdia e coragem, e nos defenda de todo o mal.

Em Cristo Bom Pastor, saúde e paz. 



Pe. José Flávio de Lira
Pároco da Paróquia Nossa Senhora da Piedade Coroatá-MA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Banner abaixo da matéria